quinta-feira, julho 30, 2009

A Leste do Paraíso

Mas eu no fundo precisava disto, e sabia-lo. Estava numa realidade só minha, e dali não saía, só mesmo com a bomba atómica. Eles satisfaziam os seus desejos. Tão simples quanto isso. Sem grandes regras nem protocolos, tudo era regabofe. Eu era como um westrangeiro que acabara de ali chegar, mesmo tendo "vivido" ali durante anos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial