quarta-feira, agosto 13, 2014

A correr de acordo com o plano

A parte boa é que me voltei a apaixonar. A parte má é que isto pode não dar em nada. Mas tenho de tentar, e dessa forma, mesmo que falhe, fico de consciência tranquila.


Voltemos atrás. Lembram-se de Júlia, a colega de trabalho por quem me apaixonei? Pois bem. Era um trabalho temporário e agora terminou. O meu plano era convidá-la para um café quando o trabalho terminasse. Passei noites e noites a pensar como lhe devia perguntar. Ainda me ontem me lamentava de não tê-lo feito logo, quando a apanhei sozinha, porque hoje podia voltar a não ter uma oportunidade. Então, embora tivesse feito de tudo para desviar o meu pensamente disto (ver filmes, séries, ouvir debates de futebol para adormecer), simplesmente não conseguia, e nas últimas noites nem consegui dormir mais de 4 ou 5 horas.


Pois bem... Consegui apanhá-la sozinha, consegui dizer o que tinha alinhavado, e no final convidei-a para um café. Ela deu-me o número e para a semana ligo-lhe e convido-a. E depois logo se vê. Até lá, ando nas nuvens. É bom ter algo bonito em que pensar, para variar, algo que nos deixa com um sorriso no rosto, algo que podemos ir buscar sempre que nos sentimos tristes e desesperançados com a vida.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial