sábado, março 22, 2008

Desmistifiquei Mara. Chegou vê-la fazer uma triste figura dela própria com alguém que nunca pensei fazer o seu género. Vai ter uma ressaca lixada, porque a menina Lolita, uma das suas melhores amigas, voltou a fazer estragos. Tenho que confessar que não me custou tanto, nem demorou tanto tempo como eu imaginara. E até achei uma certa piada sádica na situação. É muito imatura e superficial. Desmistifiquei Maria. Tratei-a com alguma indiferença e ficou sentida. Combinou um encontro, mas arranjei uma desculpa qualquer, porque começou logo com intrasigências. Deixei de ter paciência para aturar o seu egoísmo de menina mimada. Por minha iniciativa nada irá acontecer. Lúcia quer o mundo, e isso eu nunca lhe poderei dar. Além disso, se realmente me quisesse não teria feito certas coisas que fez. Tenho que me habituar à ideia de solidão e abstinência. O tempo passa rápido, mas perante este cenário, nada posso fazer a não ser ficar à espero de um milagre.

1 Comentários:

Blogger vanus disse...

Solidão e abstinência não estão lá muito próximas, muitas vezes, é precisamente o conterário :)

terça abr 08, 04:57:00 da tarde 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial