terça-feira, fevereiro 14, 2006

Das desdúvidas se faz o meu pensamento. Recordo o que se passou comigo há precisamente um ano, e fico com a sensação... Sei lá. Sei lá com que sensação fico. Não sei que dizer, nem sei muito bem o que pensar de tudo isto. Posso dizer que não foi sequer uma surpresa. Podia dizer que sempre o soube, e nunca quis acreditar nisso. Posso dizer que quis continuar a viver esta fantasia. Talvez por isso sempre soube que vivia no limbo, e nunca quis passar verdadeiramente para o lado de cá da consciência.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial