quinta-feira, março 09, 2006

Tenho tido saudades da minha amante, e tenho pensado nela. Mas não acho que um reencontro fosse bom para ela, pois nesse aspecto temos concepções completamente diferentes. Mas seria bom no geral, e não consigo deixar de pensar nisso. Tenho um pouco de Gigi dentro de mim. Não consigo deixar de voltar a querer fazer amor com uma pessoa que se deseja fortemente, só pela questão da formalidade. Queria calor humano, beijos, e companhia para conversar... Um amigo meu viu-a no teatro e disse que ela está bem. Ainda assim, no final, fiquei com uma má recordação dela. A imagem da menina mimada, que se quis vingar à maneira antiga, só porque não era amada como queria... Espero que esteja feliz com o que/quem escolheu para o fazer...

Por outro lado, penso também na outra, na platónica. Uma vez que ela na verdade não existe, pois não a vejo na realidade há anos, nem dela ouço falar, porquê a sensação de traição? Confesso que a certa altura cheguei a pensar que ela chegaria a ler este blog... Mas já não faz sentido continuar com isto, sem ela...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial