sábado, março 04, 2006

E já não creio, já não acredito, já perdi toda a minha fé no amor. No amor enquanto estado puro, ideia delirante, perfeitamente sincronizada com uma outra pessoa, e com a qual existe um canal de comunicação em aberto. Ao não acreditar, sei que jamais vai acontecer, mas desta forma continuo alimentando o mito. Até obter a certeza absoluta, que apesar de tudo nunca chegará de forma objectiva. Parte sempre de mim prório, e em mim se esgota...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial