sábado, fevereiro 26, 2005

What am I doing II ?

Agora percebo. Chego à conclusão que não era para mim. Sinto-me um autêntico idiota. Parece que estive horas e horas a falar com uma parede. E é natural que assim o seja. É engraçado, que o que me impedia sempre de dar aquele passo a mais, era precisamente o outro. Das últimas vezes que a vi, convenci-me disso mesmo. No dia em que lhe pedi para vir comigo, hesitou. E fez todo o sentido. Antes mesmo de o serem, já o eram. Se me atrevesse a fazer uma ligeira comparação, diria que os meus escassíssimos segundos partilhados são insignificantes quando comprarado com tantos anos... Retiro-me. Lembro-me agora do quão insignificante me sentia na altura. Mas desta vez não o reprimo, não o combato. Acho que finalmente as coisas começam a tomar a o seu lugar próprio. Sinto-me bem.., estranhamente...


.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial