domingo, janeiro 09, 2005

Escrevendo... /X-Ray/

acabo sempre terrível uma voltar lúcido asséptico indiferente distante realidade objectividade mentira sempre madrugada desenrola processo imagem emerge profundo mente projecto insanidade catarses mentais nada mau pensar acto escrita palavras papel sentido continuar sentir descrever forma nada tudo cruzamento linhas fronteira realidade não louco penso vida sentido prazer ...

1 Comentários:

Blogger Insana disse...

julguei que estavas curado...que o rebuliço dos últimos tempos tivessem efeito na tua alma atormentada e solitária...esta é a tua fuga, o teu analgésico...entre palavras tristes, solitárias... aparentemente ficas bem...
um abraço

quarta jan 12, 03:12:00 da tarde 2005  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial