quinta-feira, janeiro 16, 2014

O desfecho clássico


Escrevi emails a L., declarei o meu amor, disse que estava arrependido. Estava disposto a abdicar de tudo e ficar com ela para sempre. Nada, nem uma resposta. Esperei escondido que saisse do trabalho para poder vê-la. Apenas a observei ao longe e nem mesmo tenho absoluta certeza de ser ela. Um carro passou e  pegou-a. O ex-namorado concerteza. Fui abandonado por uma mulher que vai casar com quem a mãe quer que ela case, um betinho rico de boas famílias que nunca amou. Resta-me a consolação de também a mim nunca me ter amado, senão o desfecho teria sido bem diferente.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial